Slow Beauty: consumo consciente do campo ao oceano

Postado em 24/02/2021 por Kamilla Barbosa

Mariana Guimarães, coordenadora de Negócios de Personal Care da Dinaco, comenta a tendência: “É hora de desacelerar. Na contramão do consumo em excesso e desenfreado, o conceito slow beauty propõe olharmos o autocuidado de uma forma mais gentil. Baseado na sustentabilidade, consumo consciente e saúde, os adeptos desse movimento procuram conhecer melhor os produtos que estão consumindo, além de escolher ingredientes que sejam benéficos para o seu corpo, como os produtos naturais e orgânicos, e a consumir produtos que gerem menos lixo ao meio ambiente”.

Alinhada ao conceito, a Dinaco trouxe para o mercado brasileiro a Biosilica™, sílica biogênica desenvolvida pela Aprinnova. Derivado das cinzas da cana-de açúcar, provenientes da queima do bagaço, o ingrediente é um subproduto do processo de fermentação e fruto da economia circular.

De acordo com Mariana, ao contrário de outras fontes naturais, o bagaço da cana-de-açúcar contém níveis elevados de sílica, em torno de 25% ou mais. Por meio de tecnologia diferenciada, realiza-se a extração da sílica que é processada e desenhada para atender as principais características para o uso em cosméticos. “A Biosilica™ é uma excelente alternativa aos microplásticos e oferece melhor desempenho comparado à sílica tradicional, extraída da areia, recurso não renovável e com intensa exploração no planeta”, alerta a executiva.

Mariana acrescenta que, aplicada em diversas categorias, como maquiagens, cuidados com a pele e proteção solar, a Biosilica™ oferece controle da oleosidade, efeito soft focus sem deixar a pele seca, matificação e proporciona uma textura elegante ao produto. “A sílica da Aprinnova é um ingrediente natural e orgânico para consumidores conscientes valorizarem seu tempo de cuidados pessoais e o meio ambiente”.

*Este artigo foi publicado pela Dinaco na Cosmetic Innovation em 22 de Fevereiro de 2021.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *