Ingredientes Multifuncionais para Escovas

Postado em 18/09/2020 por Kamilla Barbosa

As escovas progressivas, assim como outros procedimentos capilares que utilizam o calor, ajudam a modelar, mas podem causar danos aos cabelos. “As altas temperaturas de secadores (e principalmente das chapinhas) danificam a estrutura interna dos fios e o córtex, podendo desnaturar a queratina, proteína responsável pelas propriedades mecânicas do fio, como elasticidade e resistência”, ressalta Tereza Peranovich Victorio, gerente técnica da Dinaco.

Para minimizar esses danos, Tereza menciona as propriedades dos poliquatérnios, cujo alto peso molecular confere maior substantividade aos fios, protegendo-os de temperaturas de até 230°C. “O Merquat 2001, exclusividade da Lubrizol Life Sciences distribuído no Brasil pela Dinaco, oferece como diferencial sua versatilidade: é um poliquatérnio com amplo espectro de pH, compatível com pH de 3 a 11; formador de filme e que carreia óleos e silicones”, cita.

Ela reforça que, além de ser um “curinga” no processo de produção, o produto permite o uso do claim “vegano”, uma vez que não tem origem animal e não é testado em animais. “A preocupação com o meio-ambiente é uma das macrotendências mais fortes entre os consumidores. Dentre os lançamentos de produtos capilares no período de junho de 2019 a junho de 2020, o claim botânico/herbóreo foi o mais frequente, segundo uma pesquisa feita pela Dinaco na base de dados de novos produtos globais da Mintel”, aponta.

O Maxiliss é um ativo 100% vegetal composto por papiro, substância rica em glicoproteínas que estabilizam as cargas das fibras capilares, eliminando o frizz e mantendo os fios lisos por mais tempo. A composição do ativo também traz estévia, que colabora para a hidratação do couro cabeludo e das fibras capilares. “Uma vantagem para as empresas que adotam o Maxiliss é sua flexibilidade para compor linhas de produtos. Ele contribui para a duração do liso e tem efeito similar ao modelar cachos. É um ativo que permite atender diferentes segmentos de mercado: pessoas que investem em um liso de longa duração e as que optaram pela transição capilar”, completa.

Fonte: Edição Temática Digital Escovas  – Cosmetics & Toiletries, Nº 54 – Ano 15- Set/2020

http://cosmeticsonline.com.br/2011/revista_digital/tematica/2020-09/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *